Inscrições

Com o assunto Nome da Oficina e do coreógrafo, inscreva-se até dia 15.04 por meio do e-mail formativas.mid@gmail.com. Envie um pequeno resumo de sua trajetória artística bem como um pequeno texto explicando o porquê de sua participação na oficina, anexando também uma foto.

17/4 quarta

Oficina de “hip hop e krump” Cie  Irene K com
Gold Mayanga e Dominique Schmitz (Bélgica)

14h às 16h  |  IFB Campus Brasília I 20 vagas >> Selecionados <<

 

A oficina de Gold Mayanga focará no aprendizado dos fundamentos da krump. Por meio de alguns exercícios para os participantes da oficina desenvolverão sua krump e suas danças pessoais. Membro da "Deevolution Dance Crew" e da empresa "Onya Cie" desde 2015. Desde 2018, Gold é dançarino da Irene K. Company, bem como professor na escola de dança Irene K.

O workshop de Dominique Schmitz consistirá em mostrar os primeiros passos da técnica de hip-hop e ajudar o participante a expressar sua própria identidade hip-hop. Dominique Schmitz, dançarino profissional, pratica hip-hop há quase 10 anos. Ele dançou em vários programas de TV em todo o mundo e criou seu primeiro programa de dança artística "Freeyourhe.Art" em Liège, Bélgica.

 

 

 

18/4 quinta

Oficina de “Dança Contemporânea” com Igor Calonge (Espanha)

14h às 16h  |  IFB Campus Brasília I 20 vagas >> Selecionados <<

 

A mecânica desta proposta de trabalho ativa o corpo de maneira total. Começamos por administrá-lo de forma prática, otimizando suas capacidades físicas. Um material físico intenso de trabalho de solo será desenvolvido em que o alcance/tamanho e a velocidade gradualmente serão trabalhados, permitindo escutar e conhecer os limites de cada um.

Um trabalho em equipe colocando o corpo e a concentração em novos lugares.

Importante: camisetas e calças compridas são recomendadas para os participantes.

 

Igor Calonge

Formado como bailarino em diferentes disciplinas, após dois anos de estudos tem a oportunidade de iniciar sua carreira em Companhias Profissioniais. \ Com ua ampla carreira como intérprete, em paralelo, em 2001, ele começou a criar suas próprias peças coreográficas de pequeno formato. Em 2009, funda a companhia Cielo rasO.

19/4 sexta

Oficina de “Movimento em profundidade” com
Edivaldo Ernesto (Moçambique/DE)

10h às 12h  |  Espaço Cultural Renato Russo I 20 vagas >> Selecionados <<

 

Uma aula que exigirá trabalho de grupo intenso e dinâmico. Sobre energia, sempre desafiando os próprios limites. Definir o que é ser um dançarino e romper as próprias barreiras. Em diálogo com o espaço e sua totalidade refiando ferramentas com o objetivo de criar novas qualidades de movimento, novos ritmos. Aprofundar-se nas camadas de seu próprio vocabulário e mergulhar mais e mais.

 

Edivaldo Ernesto (Moçambique / DE)

Dançarino, Professor, Coreógrafo, especialista em improvisação. Fundo Moçambicano e influência da dança tradicional da África Ocidental. Apresentações, improvisações, professor assistente de Flying Low e Passing Through com David Zambrano e colaboração com Linda Kapetanea e Rootlessroot duet HTT. Criador e desenvolvedor do seu: Workshop de "Movimento de Profundidade" e "Próximo Nível", ensinando em toda a Europa, América do Norte, América do Sul, Ásia. Ex-membro da empresa Sasha Waltz and Guests.

 

        

 

20/4 sábado

Oficina de “Introdução a prática de respiração chinesa” com
Eduardo Fukushima (Brasil)

9h às 11h  |  Espaço Cultural Renato Russo I 20 vagas >> Selecionados <<

 

Por meio do compartilhamento de exercícios de respiração do Tai chi Dowing, princípios como meditação em fluxo, entendimento da coluna, automassagem, ativação e consciência do Chi servirão como ferramentas para o processo criativo

 

Eduardo Fukushima

Faz parte da comunidade tradicional de Tai Chi Dowing de Taiwan. Coreógrafo, dançarino e professor formado em comunicação das artes do corpo pela PUC-SP, tem em seu repertório cinco solos criados entre 2008 e 2018 reconhecidos por suas singularidades.

 

 

 

23/4 terça

Oficina “Laboratório de pensamento em ação O Corpo Vazio” com
Shanti Vera (México)

14h às 16h  |  IFB Campus Brasília I 20 vagas

 

Como ocupar, atuar, pensar construir, existir, dançar de maneira integrada neste capitalismo que domina o mundo? Com o objetivo de encontrar novas possibilidades, pontos de partida, linhas de fuga, trabalhar com as noções de corpo gravidade, corpo rizoma, corpo entidade natural e cultural e, por meio de um pensamento crítico reflexivo e intuitivo, redescobrir o próprio corpo individual e coletivo. Esvaziar pra se reconhecer.

 

Shanti Vera

Dançarino, coreógrafo e professor é diretor do Festival e laboratório de artistas com sede no México, Cuatro X Cuatro Performing Arts. Desde 2007 vem focando na investigação em defesa de uma forma pura de corpo.

 

 

26/4 sexta

Oficina “A busca pelo movimento” com Jaciel Neri (México)

14h às 16h  |  IFB Campus Brasília I 20 vagas

 

Provocar a investigação por meio da exploração, reflexão e análise do corpo individualizado em convivência com outros corpos, em um processo pessoal dentro do contexto coletivo atual e então criar.

 

Jaciel Neri

Coreógrafo e diretor do Moving Borders e do CAMP_IN, festival focado nos encontros de encenadores. Estudou na Folkwang Hochschule na Alemanha. Seu olhar busca o novo e o atual sempre em diálogo com o contexto socioeconômico e histórico em que vivemos.

 

26/4 sexta

Oficina de dança “Despertar do movimento” com Raul Martinez (El Salvador)

10h às 12h  |  IFB Campus Brasília I 20 vagas

 

O objetivo desta oficina é fornecer, a partir de nossa visão, várias ferramentas para desenvolver a capacidade física e mental diante de vários desafios. Preparar o "corpo cênico" através do despertar da consciência das possibilidades físicas de cada artista, ligando-as aos aspectos emocionais e mentais, assumindo o corpo como elemento integrante do ser, corpo vivo, consciente e em constante movimento.

 

Raul Martinez (El Salvador)

Formado pela Oficina Nacional de Dança -Conservatorio EL Barco da Costa Rica com o título de Dancer-Interpreter-Creator (2009). Certificado como Formador em Força Muscular e Treinamento Físico pelo Instituto Nacional de Aprendizagem, Costa Rica (2013). Fundador dos Coletivos Nana + na, Cla e Los INnato, assim como o Festival La Machine da Costa Rica e Nómada em El Salvador. Ele trabalhou em vários projetos como dançarino e coreógrafo.

 

03/5 sexta

Oficina de dança “Jogue enquanto respira” com
David Mambouch Cie Maguy Marin (França) 

14h às 16h  |  IFB Campus Brasília I 20 vagas

 

Por meio do trabalho de respiração e do trabalho de corpo e da ação física, gradualmente os participantes entrarão em contato com o ator interno. Cada jogo proposto dará a oportunidade de desenvolver as ferramentas rítmicas que constroem a emoção colocada aqui em contato com um corpo e um coração disponível. Emoção que torna-se o motor da energia criativa que permite a invenção de uma situação, um personagem ...

 

David Mambouch

Treinado como ator na Escola Nacional de Artes e Técnicas de Teatro de 2001 a 2004. De 2004 a 2010, ele faz parte do Teatro Nacional Popular como ator permanente. Em paralelo, ele trabalha como ator para cinema e televisão. Diretor de palco, roteirista e diretor de cinema, desde 2012, ele colabora com Compagnie Maguy Marin, como diretor de cinema e como ator. Desde 2016, ele também trabalha com o coreógrafo Pierre Pontvianne como escritor e ator. Ele é sócio de RAMDAM, CENTRO DE ARTE em Sainte Foy-Les-Lyon.

Banco do Brasil, Embaixada da França no Brasil e Instituto Francês do Brasil 

apresentam e patrocinam

Site MID | Created by Raruti Design